25 de out de 2011

O empreendedorismo musical de Lucas Santtana

lucassantannaDSC09522

Na última sexta-feira (21/10), Lucas Santtana (cantor, compositor e ativista digital), ministrou o workshop “Empreendedorismo Musical”, direcionado a músicos e produtores culturais, na Cidade do Saber.

Durante o todo o dia, ele dissertou sobre os diversos aspectos que envolvem a produção artística, tais como a gravação de um disco, otimização de custos, mixagem, masterização, posicionamento perante a imprensa, divulgação em plataformas digitais, videoclipes e shows.

Todos estes aspectos foram exemplificados com áudios de músicas de artistas desconhecidos e famosos, como por exemplo, os Beatles, dando aos alunos uma noção real e prática do assunto abordado.

 

lucassantannaDSC09815

Para Robson Santos, produtor/compositor local do projeto Bipluz (http://palcomp3.com/BIPLUZ/), o workshop veio em boa hora, pois “precisava de um direcionamento para a divulgação do meu trabalho, além de tirar algumas dúvidas sobre questões de gravação”.

De modo semelhante, a musicista Cândida Borges (http://www.myspace.com/candidaoficial), que tem um trabalho solo, comentou que “foram ótimas as dicas de Lucas, principalmente por suas experiências pessoais, sempre muito ricas e criativas”.

 

lucassantannaDSC09824

 

Sobre o público inscrito, Lucas relata que todos os que participaram foram com com vontade de aprender. “Já fiz outros workshops, mas esse teve um diferencial que pude perceber no olhar de cada um: estavam interessados de verdade”, relatou.

O que ficou bastante evidenciado no evento foi a enorme força que a internet e as novas tecnologias dão ao artista, a ponto de ser totalmente independente, gravar seu disco em casa, livre das pressões da gravadora e ainda com a vantagem de conseguir algum retorno financeiro.

 

lucassantannaDSC09514

 

O palestrante finalizou o evento com um recado: “Atualmente qualquer pessoa com um computador em casa pode gravar o seu disco e se divulgar. Por isso, façam o que acreditam ser bom, não façam o que os outros fizeram”.

O evento contou com o apoio institucional da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, com realização da produtora cultural Bárbara Falcón e teve a Cidade do Saber como apoiadora, através do Teatro Cidade do Saber.

 

 

 

Daniel Quirino – Ascom Cidade do Saber

 

 

 

 

Um comentário: